terça-feira, 15 de maio de 2012

Pão Caseiro em 5 minutos por dia


Pão de centeio cozido no fogão a gás da Quinta da Vinagreira
A  pedido de algumas famílias, em vez da minha 3º receita de favas, lanço aqui a receita do pão que revolucionou a Quinta da Vinagreira.

Andávamos a pensar há algum tempo que devíamos começar a fazer pão em casa, mas a ideia, apesar de me agradar, deixava-me um pouco apreensiva. As minhas tentativas anteriores de fazer pão nunca tinham sido muito bem sucedidas,  além do tempo que se despendia, normalmente não saía grande coisa. Então pus-me a pesquisar na internet, e num blog, que já esqueci o nome, descobri a mágica receita de pão: fácil, rápida, prática e raramente sai mal. O único senão vai para o pecado da gula. Com um pão a sair quentinho todos os dias, as tentações são mais do que muitas.
A receita foi inventada por dois americanos (só podia), numa associação improvável: uma chefe de pastelaria, Zoë François e um médico, Jeff Hertzbergv. Neste momento já vão na publicação do seu 3º livro, baseados em variações à sua  receita e método base de fazer pão. Adquiri há pouco tempo o meu primeiro livro. Chama-se Artisan Bread in Five Minutes a Day, e vale bem o investimento, embora com a receita base já se possa fazer muita invenção. Os outros livros publicados posteriormente são: Healthy Bread in Five Minutes a Day e Artisan Pizza and Flatbread in Five Minutes. Se tiverem interessados aqui vão os links para comprarem:

A ideia desta forma de fazer pão é preparar uma massa em 5 minutos, misturando só os ingredientes e depois de pronta pode ser guardada no frigorífico até 15 dias. Em qualquer altura pode-se tirar um pouco de massa e fazer um magnífico pão fresquinho.
Vou-vos dar a receita de base, a partir da qual podem ir fazendo alterações para verem o que resulta melhor. Como por exemplo: substituir parte da farinha trigo por outras farinhas, colocar recheios como ervas, azeitonas, etc.... Foi assim que fiz no início.
Receita base do pão em 5 minutos
É necessário um recipiente plástico tipo balde com uma capacidade de 4 litros (como se pode ver no vídeo).
Ingredientes
·         3 copos de água morna
·         1 ½ colher de sopa fermento de padeiro
·         1 colher de sopa de sal grosso
·         6 ½ copos de farinha trigo sem fermento
1 copo = 1 chávena = 1 cup = 235 ml


Preparação:
No recipiente dissolver na água morna o fermento e o sal. Juntar depois a farinha e mexer com uma colher de pau, apenas o suficiente, para que a massa fique homogénea (também se pode usar a mão, mas é uma massa muito peganhenta). Tapar com a tampa (mal fechada) ou um pano e deixar repousar fora do frigorífico durante 2 horas. Actualmente faço uma versão modificada desta receita. A massa fica a repousar cerca de 8 horas e leva muito menos fermento (apenas uma colher de chá). Eu gosto mais desta versão, porque acho que a receita original sabe um pouco a fermento o que me desagrada. Quanto ao aumento do tempo de levedação até acho mais prático, porque preparo à noite e de manhã está pronto para cozinhar ou guardar.

A partir daqui, podem formar-se as bolas de massa para cozer ou colocar a massa no frigorífico, onde se pode conservar até 15 dias. Quando necessitarmos de cozer o pão, deve-se pegar na massa com as mãos enfarinhadas, formando a bola do tamanho desejado; para isso, deve-se manusear a massa o menos possível, dobrando-a para baixo, de modo a que não perca as bolhas de ar formadas. A massa deve ser colocada sobre um tabuleiro enfarinhado com farinha de milho ou sobre uma folha de papel vegetal anti-aderente. Num método mais à Quinta da Vinagreira uso folhas de couve/conteira como suporte anti-aderente. Antes de ir para o forno, deixa-se repousar à temperatura ambiente, durante 30 a 40 minutos. Deve aquecer-se o forno, previamente, a 2300 e o pão vai a cozer entre 30 a 40 minutos (no meu fogão de gás demora cerca de 40 minutos, enquanto que no fogão de lenha demora uns 30 minutos).
E Voilá ... pão quentinho sobre a mesa. Na verdade penso que é melhor deixar arrefecer para ficar com boa consistência, mas aqui por casa normalmente não tem tempo para isso ;).

Adicionei aqui um vídeo do YouTube dos autores, pois ajuda sempre com imagens, bem como o link para o site dos mesmos, onde surgem ideias engraçadas. E, claro, termino com as fotos dos meus dois últimos pães, para verem que a produção aqui na Quinta da Vinagreira é em massa, ahahha.

Pão com 20% farinha integral e sementes

Pão 100% integral com mel e azeite. Não foi dos mais apreciados por aqui.

4 comentários:

  1. Meu marido adora paooooo, come 4 por dia, manda-me receita, pra ver se poupo dinheiro nesta altura de crise

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha a minha princesa africana, como vais? e a tua criança?
      A receita está aí no post, talvez não viste o post todo, tinhas de clicar no ver mais, mas vou modificar isso, quando acessares novamente já vez tudo sem ter de clicar. Bjs e abraços dos Açores

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Ó minha linda, de repente o Google Reader lembrou-se de ti e atirou-me um rol de posts... estou encantada com a tua vida idílica, a Berra, as favas, o pão... esse vou tentar!

    Bjns e felicidades na nova etapa. :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...